segunda-feira, 3 de setembro de 2007

O Meu VINHO...






Esta é a única garrafa da minha 1ª colheita. Data de 1995. Quando da prova, estava excelente. Agora não sei e, talvêz nunca chegue a saber. Não tenciono abri-la, salvo comemoração muito especial.

5 comentários:

rose disse...

ohhh!!!!
João. essa preciosidade vai acabar virando vinagre.faça o seguinte...
Beba o vinho e guarde a garrafa, é assim que faço com jóias que ganho..ahahahahahah.
Costumo colecionar as rolhas, pretendo colocá-las em uma taça gigante quando eu tiver minha adega, um sonho.
outro detalhe...ou então guarde-a em lugar próprio em posição horizontal no escuro e tudo bem.

Rubina disse...

Muito bem. Bem madeirense a travessa com bordado ;) Parabéns pelo vinho!

anete joaquim disse...

Ena, pá, João! Que luxo! Adorei o rótulo. O vinho, esse acho que nunca hei-de saber a que sabe, mas lá que parece apetitoso, lá isso parece. Os meus parabéns. Acho uma ideia giríssima, essa do rótulo muito especial.
Um beijão, meu madeirense valente! Beba um copito à minha saúde.
Este blog está a valer a pena!

Nelio disse...

No Hotel onde trabalho,há uma vitrine com umas garrafas antigas de vinho que diz o seguinte:

O vinho alegra e conforta
quem com cautela dele usa
nascido da cepa torta
entorta quem dele abusa...

ez disse...

Escolha um momento especial, mas não esteja à espera do ABSOLUTAMENTE ESPECIAL, porque esse é sempre "amanhã"!
Guarde a rolha, a garrafa ou a fotografia de ambas, acompanhada de um bom texto!
:)
Bom dia!!!