domingo, 25 de novembro de 2007

Outono e Leguminosas

Queda da folha. Outono chega ao fim, que diga este diospireiro (caqui). Não deixa ter a sua beleza. Quando chega a esta altura, também nossos ossos se sentem. Coisas da vida. Quem havia de dizer que mesmo nas últimas horas não perdemos a beleza e, mantemo-nos altivos e orgulhosos de ter cumprido nossa missão.

Que tal esta leguminosa? Gostam? gosta dela? Para mim é suficiente ser cor de rosa, é a minha cor preferida. Tem estado sempre resguardada pois caso contrário já tinha morrido. Vou tentar reproduzi-la, bem merece ascendência






Lembram-se daquele bolbo a que chamei de cabeça de cobra? Depois da morte da sua flor, presenteia-nos com estas formosas folhas. A Cris que se cuide pois para o ano que vem talvêz seja presentiada. A ver vamos, se se portar bem e não se esquecer de nós.


13 comentários:

rose disse...

jOÃO, ESTÁ PARECENDO FOLHAS DE ORQUIDEAS PHANAEOPSIS.

rose disse...

João, por favor... toda vez que entro no blog da Anete, a conexão cai e tenho que começar tudo de novo. Não sei o que é, será quer ela me "rejeitou"?????

Espaço do João disse...

Nem pensar em semelhante coisa. A Anete pelo que conheço ou julgo conhecer, é daquelas pessoas que antes de regeitar dá a sua sentença. Ela gosta muito de si, Às vezes pode demorar uma resposta mas, é uma pessoa muito atarefada. Tem uma sensibilidade que espanta o mundo e, uma força de viver hercúlea.Cultiva a amizade como se fosse a flor mais bela do mundo.Beijos papai joão

Crassula disse...

A planta de flores rosa, é um cacto de natal (schlumbergera) é uma épifita (plantas de floresta) e é uma cactácea...neste momento tenho um a começar a abrir as flores também, mas o meu é vermelho (eu por acaso prefiro flores vermelhas :)
mais uns dias e coloco no meu blog!

rose disse...

Obrigada João, já sei do "problema".

anete joaquim disse...

Ai, como o diospireiro ficou tão lindo, com essa cor outonal. Parece uma árvore decorativa, mas ainda tem a vantagem de dar fruto.
Um beijão
Desculpe a ausência, mas isto está carregado por estas bandas. De trabalho, entenda-se. Quanto ao resto, estou fresca que nem uma alface.

greentea disse...

esta última tb me parece uma orquidea... e gosto do rosa fucsia da tal da leguminosa que eu diria ser igual a um cacto que tenho...

Quanto à árvore caqui fiz em tempos um post sobre ela pois representa o ressurgimento de uma nova vida - depois da bomba de Hiroshima, estas árvores renasceram (de novo) cobriram-se de folhas e deram frutos, apesar de tudo à sua volta ter morrido !

Nota - não consigo gostar de dióspiros , embora os ache lindissimos e com uns tons maravilhosos

Bichodeconta disse...

Ó João são lindas as suas flores..Deixam-me com uma pontinha de inveja(no bom sentido)claro..É tão bom visitar este espaço..obrigada pela partilha..

rose disse...

Como vai vc?????

Nelio disse...

Amigo João,essa árvore está com um colorido que me encanta,e esse cacto de natal tive dessa cor mas acho que se foi,tenho ali uns meios malucos,mas acho que são vermelhos....mas eu reparei numas plantas suculentas que eu acho de uma beleza especial,essas que tem aí num canteiro no chão atráz do cacto de Natal,faz-me lembrar quando eu era mais pequeno que ponha-me a tirar folhas secas de uma em uma,já não a tenho,mas se eu encontrar,compro logo....

amigona avó e a neta princesa disse...

Que delícia João!!!
beijo...

Espaço do João disse...

Olá Nélio.
A suculenta a que se refere nós chamamos de rosas de Santa Maria. Foram trazidas para Portugal pelos descobridores do Brasil a fim de oferecer a El-Rei D.Manuel 1º, como prova de terem aportado em terras de Santa Maria ou Terras de Vera Cruz como chamaram em princípio ao Brasil. O nome de Brasil deriva duma árvore cuja seiva é vermelha semelhante a uma brasa. Os indios pintavam-se com essa seiva e,ficavam vermelhos. Ainda hoje certas tribos do Brasil ainda usam esse ritual. O desembarque fez-se em S. Salvador da Baía e, quando lá estive verifiquei a existência dessas suculentas. Agora seu nome genérico não sei. O arbusto que está por detrás dessa leguminosa, foi-me enviado por minha sobrinha e, na Madeira chamavam árvore das carochas. Sua flor parece um ovo de pássaro e , quando aberta seu cheiro é semelhante ao verniz banana que as senhoras usavam para envernizar as unhas. Há outra variedade como mesmo aroma mas, sua flor é semelhante a uma micro rosa vermelha e frisada. Abraços João

Nelio disse...

João:Meu deus que informação tão completa,que sabedoria,muito obrigado eu vou tentar encontrar o nome científico,um abraço....