quarta-feira, 23 de abril de 2008

Lembrar Abril

Alentejo não profundo, mas muito próximo de Grandola. a cor do sangue e suor faz-nos pensar em todos aqueles que sofreram na carne as griletas da repressão.

3 comentários:

Pedro disse...

Que continue a fazer todo o sentido lembrar Abril.
Um beijo e um enorme abraço

Sophiamar disse...

Abril terá de ser sempre relembrado e passado aos nossos filhos e netos esta herança que a tantos custou a vida.

Beijinhossss

Um Momento disse...

E foram tantos... mas tantos...

Abraço a todos os que por lá passaram ... e aos que tiveram a sorte de não saber o que foi o "antes" 25 de Abril( como eu pois era ainda criança)

Um beijo LIVRE!!!

(*)