quarta-feira, 23 de julho de 2008

Glutões ( pintassilgos)

Como podem verificar estes glutões não têm respeito pela propriedade privada. Além das cores serem um chamariz voltam-se às sementes. Eu bem sei que estavam reservadas para eles, mas por favor, deixem amadurecer.

17 comentários:

Antunes Ferreira disse...

LISBOA - PORTUGAL

Olá!

Cheguei a este blogue através de outros que costumo visitar e neles postar comentários. Cheguei, vi e… gostei. Está bem feito, está comunicativo, está agradável, está bonito – e está bem escrito. Esta é uma deformação profissional de um jornalista e dizem que escritor a caminho dos 67…, mas que continua bem-disposto, alegre, piadista, gozão, e – vivo.

Só uma anotaçãozinha: Durante 16 anos trabalhei no Diário de Notícias, o mais importante de Portugal, onde cheguei a Chefe da Redacção – sem motivo justificativo… E acabo de publicar – vejam lá para o que me deu a «provecta» idade… - o me(a)u primeiro livro de ficção «Morte na Picada», contos da guerra colonial em Angola (1966/68) em que bem contra vontade, infelizmente participei como oficial miliciano (obrigatório, porque vindo da Universidade).

Muito prazer me darás se quiseres visitar o meu blogue e nele deixar comentários. E enviar-me colaboração. Basta um imeile / imilio (criações minhas e preciosas…) e já está. E se o quiseres divulgar a Amiga(o)s, ainda melhor. Tanto o blogue, como o imeile, tá? Muito obrigado

www.travessadoferreira.blogspot.com
ferreihenrique@gmail.com

E venho pedir-te que me visites e assim, poderes contactar-te mais facilmente, a fim de implementar e desenvolver o projecto que tenho para o meu www.travessadoferreira.blogspot.com e que, como já sabem, é conferir ao meu/vosso/NOSSO blogue a característica de PONTO DE ENCONTRO entre os nossos dois Países fraternalmente ligados. No que estou, pela minha parte, a desenvolver todas as diligências que, naturalmente, me forem possíveis.
E, naturalmente também, para poder enviar-te «coisas» que ache interessantes. Se, porém, não as quiseres, diz-me eu paro logo. Sou muito bem-mandado (a minha mulher que o diga…) e muito obediente (cf. parênteses anterior).
Já solicitei a colaboração da Embaixada de Portugal em Brasília, que tem à frente dela um diplomata fora de série, o meu querido Amigo, Dr. Francisco Seixas da Costa e na qual se integram mis dois bons Amigos de longos nos: o Adriano Jordão e o Carlos Fino. Seixas da Costa criou um blogue magnífico Embaixada de Portugal no Brasil, www.embaixada-portugal-brasil.blogspot.com, que vos recomendo vivamente visitar. Tem tudo sobre as relações entre as duas Nações. Espero fazer o mesmo com a do Brasil em Lisboa.
Este é um desejo que já ultrapassa a simples intenção. Ambiciosamente, neste momento possui muitos comparticipantes – como desejo que seja o teu caso. Mas, com o empenhamento, a ajuda, o entusiasmo e a alegria que tenho encontrado – iremos longe. A internet (apesar dos aspectos negativos que ainda apresenta) tem uma força incomensurável e desenvolvimento tecnológico que se actualiza dia a dia.
Abrações e queijinhos, convenientemente repartidos e distribuídos

PS 1 – Quando navegarmos em velocidade de cruzeiro, quero alargar o Travessa aos outros PALOP. Que achas?
PS 2 – Desculpa por este comentário ser tão comprido e chato. Como a espada do D. Afonso Henriques…

Bichodeconta disse...

Ó João , eles sõ é ,uito inteligentes..As sementes depois de secas devem ser bem mais duras, assim eles aproveitam enquanto estão macias.. E não vale a pena ficar furioso, de qualquer jeito eram para eles.. LINDAS AS FOTOS..UM BEIJINHO, ELL

Laura disse...

Tá claro, eles hjá tinham assinado o contrato em que comeriam as sementes a troco de não picar os figos antes da altura!...tu com tanto que fazer é que nem reparaste...
Assim poupam o trabalho de teres de tirar sementes e dar-lhes...ehhh gandas marotos os passarinhos...
Beijinho e pelo que vejo tens trabalhado que nem Mouro!...

amigona avó e a neta princesa disse...

Saudades, muitas saudades! Virei ler-te logo que possa amigo joão...beijos...

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

João:
Eu o respeito muito pelo que você é, pelo seu amor à natureza, pela sua bondade, sempre me dando flores, mas o seu comentário no meu post me intrigou: "Espero que estejas a falar a verdade sobre tua saúde". Por que isso, João? Acha que lhe minto? Espero que me esclareça essa dúvida.
Um abraço,
Renata Cordeiro

Laura disse...

Vim ver se a pintassilgada já acabou com a cabeça dos girassóis e da tua! ehhhhhh.
Tá um dia fresquinho e eu vou óptima, apesar de ter levado uma pancada do caraças na cabeça e no lado que mais dói!...
Abraço da laura..

Pascoalita disse...

Ora, ora ... "tasse" lamentando porquê? Hummm calhar o joão até ficou ali, feliz, a ve-los papar ahahahahah

Teresa Calcao disse...

Ola Joao,
Um bocadinho ausente,mas espreito sempre que posso....adoro este espaco sempre florido!!!!!
Beijinho

Laura disse...

Pois eles que se sirvam, além d eum girassol te rmuitas e muitas sementes, devem ir de papo bem cheio pra casa...
Um ji a ti...

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Os pintassilgos não te obedecem, João? Essa natureza é desobediente mesmo, risosss. Querem as sementes sem que amadureçam, estão famintos, são glutões. Mas, a gente quando é criança, não come doces e bolos quentes? Mesmo sabendo e a mãe avisando que dá dor de barriga? Adorei!

Cusquinha endiabrada disse...

Olá joão :)*

Gosto do seu nome e já reparou que temos algo em comum?

Somos ambos "escorpiões"!!! E como diz a minha madrinha laurinha,
"cuidado ... eles andam aí" hahahah

marazul disse...

Visita de médico..Passo para deixar um abraço e o desejo de um final de semana feliz assim como todos os dias.. Espero que esteja tudo bem.. E claro, voltarei sempre que o tempo o permita..

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Entendi o que me havia dito e posso dizer-lhe que estou bem melhor. Dá para perceber que até evito de falar no assunto, pois já está enfadonho.
Um abraço,
Renata Cordeiro

Estou disse...

Quando era miúdo fartei-me de, com essas plantas, apanhar pintassilgos, com um engenho chamado esparrela, feito com uma vara de guarda-chuva. Depois vendia-os e sempre arranjava uns tostões para as guloseimas.

Bom fim de semana!

Já agora é um pouco forçado obrigar a criar uma conta para comentar, há outras formas de moderação.

http://salvoconduto.blogs.sapo.pt/

São disse...

Quando a fome aperta...
Bom fim de semana, meu caro João.

Não tente me entender... disse...

Olá João,
Postei uma singela homenagem para você no meu blog.
Vá lá e veja com os seus próprios olhos!
Está em "Apenas Ideias Transgridem"

Tenha um bom final de semana!
Bjs
Fique com Deus!

Rose disse...

Só passsei para o beijinho, viu?