segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Phisális e Medronhos

Aqui temos uma bandeja de phisális e medronhos. Dos primeiros fazemos um delicioso licor e uma bem melhor compota. Dos segundos,uma bela aguardente quando estão bem maduros. Os phisális são de minha cultura, mas os medronhos foram apanhados à beira da estrada. Ainda não estão maduros, mas não resisti à tentação.

31 comentários:

elvira carvalho disse...

Os medronhos conheço. Antigamente havia muitos na serra de Monchique.
Phisális não sei o que é. Mas como a maior parte das coisas que a natureza nos dá deve ser bom.
Amigo, gostei muito do comentário que me deixou,mas só o descobri hoje porque a Sophiamar me chamou a atenção para ele.
Alguns amigos não estão a conseguir abrir o Sexta. Alguém me disse que devia ser porque estava muito pesado. Então criei uma página que anexei ao blog através dum selo onde coloquei recordações de amigos de que não queria desfazer-me. E foi nessa página que o amigo deixou o seu comentário.
Que eu me lembro nunca o visitei antes, mas gostei de saber que está casado há tantos anos e que é muito feliz. Tem uma bela família.
Nós festejámos no sábado 40 anos de casamento + 4 de namoro.
Tenho um filho e vou ter um neto em Fevereiro se Deus quiser.
E também somos ums família muito feliz.
Um abraço e uma boa semana

Espaço do João disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pascoalita disse...

Tantos!!! cultivados no seu quintal?

Só muito recentemente (o ano passado) conheci os "phisális", embora já os tivesse visto em embalagens no supermercado.

Um casal amigo cultiva-os e deu-me alguns. São caríssimos!!!

Por essa altura até fiz uma receita que enfeitei com esses frutos que pode ser vista em "Receitas" na coluda das Etiquetas, à direita no Blog e o título é:

"Bolo de bolacha ... receita aprovada!!!"

Um beijo

mundo azul disse...

Realmente, não conhecia... Por isso gosto de vir aqui...

Você é muito familiarizado com a natureza!


Beijos de luz e um dia muito feliz, João!!!

Cusquinha endiabrada disse...

Oh pascoalita,

andas muito distraída, miúda!

Então o avô não acabou de dizer que os phisális são da sula cultura???

Eu quero provar disso!!! É bom???

Betynha disse...

Os phisális encontram-se à venda das grandes superfícies, geralmente na secção de produtos biológicos e costumam vir embalados em caixinhas ventiladas.

Mas se os apanhasse assim a jeito ...

Mexicano Tarado disse...

Não conhecia essas bolinhas (amarelas?) a que sabem??? Também se comem ou só servem para compotas e licores???

Gatinho frenético disse...

Nem imaginam como sabe bem mordiscar um phisális ao som de uma musica rock eheheheheh

Palhacito disse...

Eu cá sei fazer um número de ilusionismo que delicia as crianças do bairro ahahahah

Atiro bolinhas de "phisális" ao ar ... abro bem a boca ... e pimba ... elas eclipsam-se!!!

:)) :)) :)))

Maria Dias disse...

Bem João...

Estive em Portugal por 2 vezes mas não conheço toda sua riqueza culinária.Interessantes estas sementes(gosto muito de licor!).

Abraços

Maria

Pascoalita disse...

João,

Primeiro quero arranjar uma plantinha desses "philásis" e quando estiverem a produzir, peço-lhe a receita do licor, ok???

São disse...

Estou a ver que há muito mais gente a vir aqui deliciar-se com as coisas bonitas que nos oferece a partir da Mãe-terra: fico contente, pois esse seu amor pela Natureza merece-o!
Feliz semana e bom aniversário!!

Bichodeconta disse...

Ó João parabéns por esse casamento..Você é uma pessoa sensível mas a última coisa que quero é que o meu homem me trate como se eu fosse a sua mãe..Invente lá outra forma de tratar a sua meia laranja e vai ver que ela vai gostar..Já sei, a esta hora já alguém disse : Que depravada! Seja, Mas eu sei do que estou a falar..Boas férias e boas comemorações-- Um beijinho a ambos, ell

Emília disse...

Há poucos anos conheci esse fruto interessantissimo: Phisális, porque uma colega faz com ele um doce delicioso, uma compota, que fica com uma cor linda e levou um dia lá para a sala de professores do nosso Liceu para provarmos e quase ninguém conhecia o fruto. Ela colocou um fruto sobre a tampa do frasco e achei lindo, delicado e saboroso.
Coisas linda há neste blogue!
Abraço.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

João:
Fiz um jardim com as suas flores, mais o beija-flor, no meu blog, pois estão difamando-me. Por favor, vá lá, meu pai foi encontrado quase morto às 11 horas da noite ontem, eu estou chorando e essa gente nem respeita a dor alheia. Por favor, vá, não me deixe só.
Renata

Lampejos disse...

João,

Não conheço philásis, mas pela imagem parece - me riquíssimo.
Os apreciadores de aguardente dizem o de Medronho para além da excelente qualidade é também... Um ótimo digestivo.

Obrigada pelas informações... lá no Lampejos.

(a)braços,flores,girassóis :)

Sophiamar disse...

Aprender até morrer, diz o povo e é uma verdade. Phisális foi fruto que nunca vi. Hoje mesmo tentarei encontrá-lo. Quanto aos medronhos, há-os em abundância aqui na minha serra e é famosa a aguardente de medronho do Algarve.

Beijinhos

sweet disse...

Também não conheço Phisális, será que é uma planta típica do Alentejo?... Já agora PARABÉNS pelo aniversário de casamento, muitas Felicidades

Pascoalita disse...

Tenho um amigo que tem casa perto da Ericeira que cultiva phisális.

Tanto quanto percebi, são uma espécie de arbustos, no caso dele plantou-os encostados ao longo do muro que veda o quintal e fartam-se de produzir.

Já quis arranjar um para colocar no meu quintal, mas o meu "cara metada" não se mostrou muito receptivo à ideia.

Cusquinha endiabrada disse...

Avô João,

Como cusca que sou, não posso deixar de lhe fazer uma pergunta:

Já algum dia foi visitado por algum "amigo do alheio" que lhe tenha papapdo a fruta sem pedir autorização?

Se a resposta for afirmativa, seria capaz de fazer o que fez o dono do pomar da história da pascoalita???

Aposto que não ahahahah

Pascoalita disse...

Olha, olha, a cusca por aqui a meter veneno ahahahahahahahahah

És mesmo "cusca endiabrada" :b)

Bichodeconta disse...

João não fica zangado com a minha brincadeira por favor.. Um abraço, e também vou querer a receita do licor, pela porta das traseiras, claro..

Pascoalita disse...

Cusquinha endiabrada,


Não quero ser desmancha prazeres, mas ontem li algures que o "avô joão" ia em viagem até ao norte do país.

Tu pára de enfernizar a vida ao senhor!!! Deixa-o conduzir sossegadinho, senão inda vira o bolinhas como tu fizeste à carocha ahahah

Mexicano Tarado disse...

cusca diabólica,

xiuuuuuu encosta aqui o ouvido ... se o teu avô viajou não podes arranjar a chave para irmos gamar "phisális"?

Espaço do João disse...

Para todos os que não conhecem este fruto:- Procurem no Google e então terão notícias mais detalhadas.
Para Cusca endiabrada,Gatinho frenético, Palhacito, Maria Dias, Lampejos, Mexicano tarado e, todos aqueles que quizerem, informo que o portão não tem fechadura.Podem deliciar-se à vontade com o que encontrarem porque ninguém lhes faz mal. Até a Nina é surda...

Rose disse...

Andando por aqui devo encontrar essas coisinhas, não é?
Beijim.

Natural Naturalmente disse...

Ola João, andei sumida, mas cá estou eu novamente.
ADORO Phisális mas não conheço os medronhos...
Um abraço
Márcia

Helena Rezende disse...

João,que maravilha!
Não consigo identificar estas frutinhas...vou pesquisar para ver quais serão os nomes delas aqui no Brasil.
Um abraço e continue postando maravilhas da natureza, Helena Rezende

alfacinha disse...

phisális mesmo na bélgica pode se criar aquelas frutas ,porém o gosto é um pouco agro,tem de atribuir ao clima talvez.
cumprimentos
http://blog.seniorennet.be/lisboa

Bichodeconta disse...

Foi só uma traquinice, mas inconveniente..Peço desculpa, mas ó João se pensa que retirou o comentário é melhor voltar lá e retirar porque ele continua lá.. Mil desculpas, eu sei,, Não se pode falar.. Um abraço, ell

NELIO disse...

MAS EU NUNCA VI DISSO POR CÁ,NEM CONHEÇO TÃO POUCO....