segunda-feira, 24 de maio de 2010

Quase a ganhar forças para sair de casa

Esta foto consegui pousando sobre o parapeito da janela da cozinha e capta-las. Reparem no seu ar de desconfiadas. Seus pais logo que se aperceberam da minha presença começaram a fazer voos rasantes e, em pouco tempo havia mais de quatro á minha volta fazendo tamanho barulho que tive de desistir fotografar mais.Quando tal acontece, parece que elas chamam suas companhias para as ajudar na defeza de seus filhotes.

9 comentários:

James disse...

As andorinhas então entre as minhas aves favoritas...são lindas, muito esbeltas com o seu fato de gala preto e branco. Desde miudo que elas são especiais para mim...e ainda hoje na casa da minha mãe elas continuam a fazer o ninho todos os anos na Primavera, até que um dia no final de Agosto e quase sem se dar por isso voltam todas de uma vez para as terras quentes de Africa, na certeza porém, de que na primavera seguinte as teremos de volta para animar os nossos corações

Laura disse...

Acho bem, é a amizade e o amor a falar...Todos devemos ajudar os amigos a defender os filhotes, logo...As mães são-no sempre,sejam pássaros animais ou seres humanos..
Aquele abraço da laura e tiveste sorte em não levar umas picadelas...

Observador disse...

Que fotos, João?

analuciana disse...

Que coisa mais linda João!!!
Tenho um carinho muito especial por andorinhas, muitos parabéns pela foto!!!!
E obrigada pela partilha de algo tão bom!!!

AVOGI disse...

estão bem giras , estiveste muito aprimorado com elas espera até ue te encontrar vou meter-te uns cactos pelo bico abaixo só por me teres oferecido aquele sofá "hades " ver o que te vou fazer: afogar-te na lagoa de santo André e ou pegar pelo teu calcanhar e por cabeça dentro dum poço vais dar vias à Cristina. kis:)

Fatyly disse...

Quando vi morar para aqui tinha dois ninhos e com filhotes e depois desapareceram com "o império do betão".

Adoro as andorinhas e és mesmo um felizardo.

Obrigado pela partilha!

lis disse...

Oi João
Sempre um prazer ler seus poemasem meu blog , enriquecendo meu arquivo de preciosidades.Obrigada, te espero sempre rs
Lindo o ninho , deixe-os quietinhos !
E cuidado com a AVOGI se ela te pega aí em Santo André vai sair faísca pra todo lado rsrs
abraços muitos abraços

São disse...

Mas valeu a pena!

Umja vez aconteceu-me algo semelhante com cegonhas no castelo de Terena.

Uma noite de bons sonhos, amigo meu.

Isilda disse...

Fraquinhos, ainda por cima são clandestinos!