quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

1640 versus 2010

Estamos em 2010 no dia 1º de Dezembro.
Se fizermos as comparações entre os 370 anos que nos separam as datas, parece-me bem que as diferenças são poucas.
Senão vejamos.
Terminou a dominação Espanhola - começa a dominação da E.U.
A crise estava instalada - a crise está instalada.
Os poderosos faziam o que queriam - os poderosos fazem aquilo que querem.
Os pobres cada vez mais pobres - os ricos cada vez mais ricos.
Os ladrões e assassinos proliferavam - os assassinos e ladrões proliferam.
A justiça não existia - a justiça não existe.
Poucos eram os que trabalhavam - poucos são os que trabalham.

Perante este cenário , resta-nos esperar pelo novo duque de Bragança e, mandar novamente a Duquesa de Mântua pela janela fora .
Correr com os Filipes e, com sequases.
Por aqui me fico, já disse muita asneira.

14 comentários:

Observador disse...

E o que se tem feito de 1640 para cá?

Deixo esta pergunta muito simples para cuja resposta é necessária alguma análise.

carol disse...

Mal por mal, prefiro viver agora a ter vivido em 1640...
Não sejamos pessimistas! Oh meu deus, estes portugueses são tão soturnos!

M. disse...

O duque dee Bragança era um nabo. Dos grandes. Um fraco. Depois dele piorou.

Sem nacionalismos bacocos...Estaríamos melhor na Ibéria...

Tite disse...

Eu penso é que o nosso grande problema foi termos restaurado a Independência.
Não temos feito bom uso dela uma vez que agora somos dependentes de mais países do que só... Espanha.

Bartolomeu disse...

Em minha opinião, o João tem toda a razão, tanto na comparação que faz, como na conclusão/solução que apresenta.
Cada povo tem as suas características próprias, e o nosso é como nenhum outro no mundo, fruto de diferentes custumes, tradições e religiões.
Basta que pensemos nos diferentes povos que conquistaram e ocuparam território que actualmente se denomina, Portugal... Porto do Graal.
Desde os Suevos até aos Árabes, dezenas de culturas e religiões, habitos e costumes, passaram por cá, dando origem à raça que somos, com todas as qualidades e defeitos que nos caracterizam.
Algumas dessas qualidades e defeitos, são mais dominantes, fazendo com que sejamos um povo de contrastes, tão hábil como calaceiro, tão trabalhador como mandrião, tão inteligente como burro, tão esperto como parvo, tão nobre como corrupto, tão reivindicativo como submisso.
Um povo assim só se subjuga ao domínio alheio, enquanto lhe "corre o marfim", porque assim que a fonte seca, atira imediatamente com "a albarda ao ar" e parte em busca de uma nova aventura, de uma nova mina por explorar e aí, volta a ser o povo audaz, intrépido, lutador, desafiador, capaz de enfrentar qualquer obstáculo destemidamente.
Vamos ver se realmente, uma vez mais, atiramos a marqueza pela janela e partimos em demanda do Graal..

Je Vois la Vie en Vert disse...

Olá João !
Como não me apetece dizer coisas tristes ou queixar-me - ACABOU, escrevi eu... - verei, como sempre o lado positivo : hoje em dia pelo menos podemos dizer o que pensamos !
Beijinhos
Verdinha

Sissy disse...

E acho que simplesmente as coisas não mudaram muito... triste... mas verdade...

Beijooo*****

Anamaria disse...

bom feriado! mas, acredito, como você, que nada mudou. Aqui também, nada muda. Uma tristeza.

Lis disse...

Oi João
Houve mudanças mas nada substancial qiue mudasse a situação dos mais necessitados.
Aumentou o lado podre da política portando houve foi decadência .
O poeminha da Lis fez sucesso.
Obrigada meu poeta!rs
abraço , boa noite

crotalus disse...

Je Vois la Vie en Vert, Hoje em dia podes dizer aquilo que pensas, mas ninguém liga mais as ideias ou pensamentos, porque todas as pessoas dizem aquilo que pensam. hoje em dia tornou-se mais importante fazer do que dizer aquilo que se pensa... E agora, meios para isso? mais fale a altura em que não se podia dizer certas coisas, pelo menos tínhamos motivação, sabíamos que apesar do risco se conseguíssemos ser ouvidos alguma coisa mudava. hoje em dia podes falar o que quiseres, ninguém liga a ninguém.

Quando tudo é verdade, nada é verdade.
Quando tudo é vermelho, nada é vermelho, porque não há outras cores.
Quando todos falamos, ninguém fala.

Beijos e abs a todos

Rose disse...

Sua lareira vai ficar "ligada" por um bom tempo, né? rsrsrsr
Frio, eu imagino.
Adorei ver a preguiça.
Bjs.

AVOGI disse...

joao .dizem que nada mudou? eu vejo tanta coisa diferente desde que nasci quanto mais desde 1640. ouse calahr mudou r deu uma volta de 360º por isso voltou ao mesmo só se foi isto.
tá certo!! foi isto mesmo!!!

Fatyly disse...

Mas tu não sabias que a história se repete? eles é que julgam que não e vais ver, que mais dia menos dia, serão corridos pelas vassouras de outros continentes e deixa lá rapaz...seremos qualquer coisa:)

Clarice disse...

É. O que muda são as figurinhas dos calendários. De resto...