sábado, 5 de março de 2011

O monstro?


Não! Não é nenhum monstro, simplesmente um limão que se julgou diferente dos outros

13 comentários:

Lis disse...

Incrível, tem até boca.
estranho a natureza meio maldita rsrs
de quem a mão que plantou ? será que tem algo a ver? rs
abraço Joao
bom carnaval

Isabel Soares disse...

Este foi dos que não podendo vencer pela qualidade, venceu pela originalidade.

Fatyly disse...

Realmente as aberrações da natureza são sempre dificeis de as encararmos.

Observador disse...

Manias de limão!!!

:)

Laura disse...

Ehhh, deve ter ficado espremido entre algum tronco ou zangou-se com o jardineiro e...coitado.

beijinhos azedos com sabor a limão.

laura

Tite disse...

Não é um monstro mas parece.
Que grande dose de deformação.
A Natureza tem destas coisas, nem sempre é bela como desejaríamos.

Bom Carnaval se costumas brincar por aí.

M. disse...

Mas que raio andas tu a fazer com as tuas frutas!!!!

Rose disse...

Essas aberrações acontecem, sempre.
Bjs, querido.

Estela disse...

Bastante original este limão! Será que é suculento e azedinho?
Abraços.

Joana disse...

João, ficou no meu blogue anterior uma questão que eu não ouvia há tempos...e é realmente muito curiosa!

Comentei com a minha mãe, e parece que uma das teorias existentes é que os corpos dos seus entes falecidos são mantidos em urnas, ou túmulos, em sua própria casa, com os seus mais preciosos pertences. Se é verdade ou não, não sei, mas se os familiares mortos fossem enviados para o país natal, então todos saberiam a resposta à pergunta, não seria algo tão escondido. Por isso, penso que esta teoria será bastante viável!

Mais uma vez, bom Carnaval!

Cida disse...

Cruz credo!

Tem certeza que não é um cruzamento de limão com chuchu?


Hehehehehehe

CF disse...

Amigo, por fora esse limão bem que é diferente mesmo... E por dentro saberá a limão??? ou será danado de amargo??
A sua agricultura esmera-se sempre pela criatividade... artista, heim?
bjs

Laura disse...

O Carnaval está a acabar e assim, o monstro pode ir a enterrar...post novo, deixa-te de andar no laró, ahhhh. Beijinho da laura para ti e Nandinha.