sábado, 15 de outubro de 2011

Ainda há quem se lembre deste instrumento de lavoura?

Está preparado para ser atrelado. Quem se habilita? Será que os nossos governantes terão coragem de se agarrar à rabiça do arado?

12 comentários:

José Antonio disse...

Á RABIÇA NÃO MAS A´CANGA HÁ MUITOS QUE BEM MERECIAM ....

Catarina disse...

Duvido! Demasiado artesanal... : ))))

M. disse...

Nem isso mereciam:)

Clarice disse...

No interior do Brasil ainda muito usado. Infelizmente os deputados e senadores, vereadores e prefeitos roeram a corda da última vez que foram postos a puxá-lo. Levaram a corda para casa, bem entendido.
Abraço.

elvira carvalho disse...

Lembro-me bem dele. Era muito usado nas duas quintas que havia na Seca.
Um abraço e bom fim de semana.

Fatyly disse...

e lá teríamos produtos ainda mais adulterados e contaminados pelos virús da mentira e corrupção.

São disse...

Duvido, meu caro amigo, duvidooooo

Bom domingo

lis disse...

Gostaria de ve-los atrelados ... rs
abraço João nesse domingo
um dia feliz

Tite disse...

Amigo João,

Eles não estão preparados para nada que dê realmente trabalho. O que eles querem é ganhar dinheiro fácil, nem que para isso tenham que o ir buscar a quem só ganha o ordenado mínimo nacional.

Aos ricos é que não, coitados!!!!!!

Paulo Sempre disse...

A actual ministra da agricultura, nem sabe o que é uma albarda e/ou uma charrua.
Dos políticos só mesmo o Jerónimo do PCP esta +- habilitado a agarrar a rabiça do arado. É o único que não É Dr. ou Eng.

AVOGI disse...

não conheço nenhum
e afasta-os de mim
kis .=)

Bichodeconta disse...

Arado e atrelado a bois serve para revolver a terra de forma a poder ser semeada de novo.Penso que também pode ser atrelada e puxada por mulas ou machos possantes, faz um barulhinho , e á sua passagem a passarada esvoaça e delicia-se com as lavas que estão na terra fresca acabada de arar ou lavrar.Abraço João