domingo, 14 de setembro de 2008

Quem se lembra deste personagem?




Um dos nossos maiores cantores romanticos,ausente de nós há muito tempo. TonY de Matos.

16 comentários:

NELIO disse...

Por acaso também me lembro...
Ainda deve haver discos antigos na casa de meu irmão desse personagem.....

Xavier disse...

agora um joão nostálgico e falando de canções antigas e bonitas...

abraço, professor.

Mello disse...

Lembro-me do eterno romântico e de alguns filmes que ele participou, um deles com a Amália Rodrigues.

Ser-se da década de 70, não quer dizer total desconhecimento da nossa cultura.

No meu blogue, no meu novo post, tenho a música do festival da canção de 1984, veja se gosta … mas não quero aumentar a sua nostalgia… só partilhar música!


Beijinhos,

Graça Mello

Dama do Lago disse...

Eu lembro :)! Vim para Portugal em 84 e costumava ver alguns cantores portugueses na RTP. A minha mãe ia-me dizendo os nomes deles e eu, miúda, achava tudo aquilo uma novidade apesar de nem sempre apreciar a música. Era lamechas, dizia eu!

Maria Dias disse...

Oi João...

Venho convidá-lo para ir até o meu Avesso, pois tenho um assunto muito importante para tratar e conto com sua presença.

Um grande abraço...

Maria Dias

Vivian Mag disse...

...pois é, rss...procuro e não te encontro...mas hoje te encontrei aqui...rss...que linda música, João! desculpe-me a brincadeira, mas a vida é curta demais para levá-la tão a sério, não é assim?

desculpe-me a invasão...a porta estava aberta, e eu curiosa como toda mulher...entrei, e ao entrar gostei...e se gostei, com certeza voltarei...rs...muahhhhhs desde o Brasil, procê!

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá meu querido João, como se pode esquecer, vozes maravilhosas, daquela época... Obrigada pela postagem, Amigo!
Beijinhos de ternura,
Fernandinha

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá meu querido João, como se pode esquecer, vozes maravilhosas, daquela época... Obrigada pela postagem, Amigo!
Beijinhos de ternura,
Fernandinha

Rose disse...

Migão, nem sei quem é.
O que deu em vc de furar um túnel e voltando ao passado?Saudades?Pois usufrua com todo o prazer, pois as catastróficas músicas que aparecem nesse tempo é deixar louco o meu ouvido, não é?
Um beijão e valeu su comentário , viu?

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

João:
Nunca ouvi falar desse cantor aqui no Brasil. Escrevo-lhe pedindo que vá ao meu Blog, no meu novo post, pois fui obrigada a fazer outro porque estava sendo atacada sem razão nem sentido. Ma só isso não basta. Preciso do apoio dos amigos. Conto com a sua presença.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

anete joaquim disse...

É, joão, há coisas que nunca deixam de existir! Permanecem em nós.
Adorei as fotos da tua ida ao Porto. Tens imagens muito lindas.
Um beijão para ti e fernanda e outro para o gui.

f@ disse...

Não dá para esquecer... andamos distraidos...
beijinhos das nuvens

Laura disse...

Lembro eu, aliás estive junto do palco onde ele cantava na Associação da Colónia Portuguesa de Pretória...e ele tinhas asma e a cad anova estrofe inspirava depois bota fora depois inspirava, mas adorei e adoro o fado, Fica comigo esta noite!...

Bichodeconta disse...

NÃO SÓ ME LEMBRO DELE COMO ME LEMVRO DAS CANÇÕES DE QUE SEMPRE GOSTEI..COMO VAI JOÃO?BOA SEMANA..

Ana disse...

Este era o cantor preferido da minha tia Bina, uma mulher solteira que me aconpanhava para ir ver no "Clube" da minha terra a televisão, porque só com os meus 12 anos, é que o meu meu comprou uma teleisão a preto e branco, e foi dos primeiros a colocar uma antena no telhado, lol. Ela gostava muito de uma canção dele que costumava cantar quando lavava no tanque, junto a um poço que minha avó tinha no quintal e que era assim: Sonhos que sonhei onde estão..., lol.
Eu não o achava bonito, para mim era o António Calvário o artista que mais gostava, lol. Mas a voz forte e romântica deste cantor ainda hoje aprecio. Obrigada por me fazeres reviver um pouco esses tempos, beijinhos.

Pascoalita disse...

Aqui no trabalho o vídio não abre, mas é claro que me lembro do Tony de Matos