segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Só Laranjas

Se eu pudesse, colocava-as às costas de muitas pessoas. Ninguém as quer nem dadas.

11 comentários:

AVOGI disse...

alô joao no espaço!! ainda tens laranjas na laranjeira??? mas tu és sortudo olha eu já nao tenho nenhuma laranja , tb nao tenho laranjeiras
kis :=)

São disse...

Se morássemos perto, eu ia aí buscar algumas, sabes?

Uma boa semana, rrss

Diego! disse...

alguns com tantas...outros...rsrs

Cortaram o pé de laranja aqui de casa!

Isabel Soares disse...

Não sei se as laranjas são boas, mas a foto está linda.
Não estará a ser mal agradecido com a natureza? Ao menos goze a paisagem. Se eu estivesse aí perto também ia ás laranjas. Faça sumo e congele o. No Verão vai saber-lhe muito bem.

CF disse...

Faça sumo de laranja. Tem vitamina C e é bom para prevenir a gripe. Congele para o Verão e venda na praia...vai ver que aí muitos lhe vão pegar... eh eh eh eh
abraço
PS: se eu estivesse perto tb já não teria muitas, não senhor

carol disse...

Oh God! E eu a comprá-las a quase um euro o quilo! Isto não há direito! Dá deus nozes a quem não tem dentes... Tenho de fazer um passeio ao Alentejo, vejo a Lagoa de Stº André e, de caminho, trago uma sacada de laranjas....
Beijinhos, João!

M. disse...

Manda para cá...

Mas olha...isto é um post político?

Vote em Cavaco?

Aí João...

Fatyly disse...

Ainda dizem que há fome em Portugal? esta é prova VIVA que há sim imensa mísera humana.

Havia de morar perto que apanhava-as todas e distribuía pelos meus, amigos e vizinhos, mas é que fazia mesmo!!!!

Bordados da Neusa disse...

Por que não querem ,tem marimbondo no pé?

Ramon Lamar disse...

João,
perdoe eu entrar no tópico errado, mas não consegui achar o tópico sobre o Pinus e o nemátodo.
Se o tal nemátodo ataca as raízes das plantas, é possível o controle biológico da praga a partir da produção e eliminação de substâncias pelas raízes de certas plantas da família Asteraceae. Aqui chamamos de cravo-de-defunto (a espécie é Tagetes patula, pesquise no google).
Nas lavouras de café, que também são atacadas por nemátodos, o cravo-de-defunto é plantado entre as leiras e elimina boa parte dos vermes.
Não sei se é o caso, mas no momento é o que me lembro sobre controle biológico de pragas dessa natureza.
Abraços.

TERESA SANTOS disse...

Cheguei aqui pela "mão" da M. Espeitando, espreitando fui ter às laranjas. Aí, parei extasiada. Uau, laranjas! Se me fosse permitido não deixava nem uma. Só de as ver já estou a salivar!
Há lá coisa melhor que laranjinhas?!...
Vou voltar, ai vou, vou!