segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Solidariedade

A esta hora, ouvindo o noticiário nas diversas estações de T.V. volto-me para a catástrofe no Brasil. Pobre gente com tantas lágrimas , suor e sangue a sofrer a fúria dos Deuses. Vamos todos fazer um minuto de silêncio pelos nossos irmãos BRASILEIROS.

21 comentários:

Fernanda disse...

Caro amigo João!

Dói até ao tutano ver aquele povo!
São sempre os mais pobres e indefesos que mais sofrem.

Quanta dor amigo.

Beijinhos

Fernanda disse...

Caro amigo João!

Dói até ao tutano ver aquele povo!
São sempre os mais pobres e indefesos que mais sofrem.

Quanta dor amigo.

Beijinhos

José Luís Rodrigues disse...

Não diria «fúria dos deuses», arrotos da natureza que não se teme e que se usa e abusa quando tudo está bem. Mas, a factura não tarde. Isto no Brasil e cá. Até quando a humanidade se remete ao seu lugar e deixa de andar em guerra com a nutureza?

Ramon Lamar disse...

João,
estamos aqui a sofrer com as chuvas e a falta de cérebro de alguns governantes. Ou seja, nada de novo no front! Dói fundo, mesmo.
Vim por indicação da Celle, e pelo visto, ficarei um bom tempo.
Abraços.

CF disse...

Sem dúvida...
Está quase a fazer um ano que a nossa ilha tb sofreu uma catástrofe perpetrada pela mãe natureza e senti uma grande tristeza... Imagino o que sentem aqueles que passam por isso...A minha total solidariedade.
abraço

Fatyly disse...

A natureza não se compadece perante a incúria dos homens, onde até os ricos com casas de luxo (não culpo quem comprou ou fez, culpo mais quem autorizou a urbanização) foram varridos e levados junto com as casas e segundo sei...ainda não apareceram os seus corpos.

Paga o pobre que vive lá há anos e anos e vê o malvado do betão a crescer que nem cogumelos.

Também em Portugal há imensas zonas de risco e uma delas é a zona da Praça do Comércio e respectiva zona ribeirinha! Tudo a bem do malfadado metro e não só!!!!

M. disse...

Respeito...


Não sei é se a Avogi será capaz de aguentar....

AVOGI disse...

Joao no espaço!! Acho bem que se faça silencio e se tenha respeito pel a pessoas que desapareceram mas nao pela mao criminosa que autorizou. assim como na nossa ilha essas construções no cimo da montanha
kis :=(
VÊs? M:M. aguentei o tempo suficiente para escrever... teria sido um minuto? tu reles criatura..escreveste menos qu eeu portanto menos de um minuto. Ingratidão
kis :=)

carol disse...

Lamentável. Verdadeiramente lamentável o que está a acontecer a tantas pessoas, tantas famílias, tantas crianças. Muito triste.

Bordados da Neusa disse...

É muito triste mesmo, como disse um comentarista de tv "não sei se o rio passa no fundo do quintal da casas, ou se as casas foram construidas no quintal dos rios".As pessoas constroi em lugares irregulares e a fiscalização urbana não dá a miníma; e a natureza não perdoa. É de chorar.

Rose disse...

Obrigada pelo carinho para com o meu povo.
Dói em cada notícia que se ouve e ver o resultado da catástrofe.
João, ás vzs eu não aguento nem olhar as cenas.Fico arrasada .
Mas o conforto chegará para cada pessoa que está viva.
Muito triste mesmo.
Valeu!

Rose disse...

João, nesta fúria da natureza não deu para destinguir os pobres dos ricos.Nesta hora todos saíram prejudicados.Ricos, pobres, brancos, negros, velhos, crianças, adultos, homens e mulheres, animais.Todos juntos nesse arraso que aconteceu no estado do Rio de Janeiro.

Rose disse...

João, o povo brasileiro é muito solidário.Mesmo sofrendo ajudam os mais que precisam sem medir esforços.
O governo está fazendo o que pode para ajudar a todos de uma forma democrática.Obrigada pela atenção.
Bjs, querido.

teca disse...

Obrigada pela força, João!

(♥)(♥)(♥)(♥)(♥)(♥)(♥)(♥)(♥)(♥)(♥)(♥)

"Solidariedade, amigos, não se agradece, comemora-se." (Betinho)

Um beijo carinhoso.

Estela disse...

João,
Dói muito o que está acontecendo por aqui. Enquanto o homem não mudar, aprender a amar e respeitar o seu semelhante e a Natureza, estas catástrofes continuarão a acontecer em diversas partes do mundo.
A solidariedade é ainda, o que salva.
Njs.

Observador disse...

Proponho que esse minuto de silêncio seja extensivo a outros povos.
A todos os que têm sofrido.

Obrigado

Cida disse...

Pois é, querido amigo, mas essa, infelizmente, já era uma tragédia anunciada, e nada havia sido feito para, pelo menos, minimiza-la.

A pergunta que fica é: para o bolso de quem está indo o dinheiro (que é muito), destinado a melhorar (um pouco que seja), a vida do povo, e evitar a perda de tantas vidas???

Lamentável!!!

Obrigada pela amizade e pelo carinho.

Grande abraço

Cid@

Laura disse...

Como lamento que as cosias sejam assim. Por momentos fiquei a desejar que mandassem sair toda a gente das favelas e então Deus destruiria todas aquelas casas e seriam obrigados a construir de novo e dessa vez com salubridade, esgotos e tudo como em qualquer bairro que se preze...
Chega de viver nessa pobreza triste e outros tudo têm, chega de tanta dor... mas aos poucos é o que vai acontecendo, pena que tenham de morrer tantos...

beijinho

laura

Flor disse...

Obrigada João...

Clarice disse...

João, obrigada pela solidariedade.
Desta vez a desgraça não escolheu classe social nem poder econômico. Atingiu a todos. Muito tempo será necessário para recuperar as cidades e a serenidade. Principalemnte os que perderam a família inteira, filhos, amigos, pais, enfim, muitas perdas e ainda nem localizaram todos os atingidos.
Muita chuva e muita inércia de autoridades fente ao inevitável, mas previsível e possível de administrar sem tantas mortes.
Abraço.

S* disse...

É de lamentar... azar da vida.